ALL THAT IS SOLID MELTS INTO AIR

CATEGORIA: CATEGORY: Exposições Colectivas , Pessoa Colectiva
Visual Portfolio, Posts & Image Gallery for WordPress

Trabalhos para Exposição “O Princípio da Inércia” um projecto Pessoa Colectiva,
Pavilhão Branco – Museu da Cidade, Lisboa

O tríptico realizado por Mafalda Santos para o Pavilhão Branco, parte da decomposição de formas geométricas retiradas de cartazes de propaganda política de inspiração construtivista. No seu conjunto, as três telas descrevem uma sequência de movimento destas formas, numa alusão ao Principio da Inércia de Newton,  procurando aqui estabelecer um paralelo entre as forças nele descritas e o poder da composição e da imagética visual na mobilização e exaltação políticas.

 All that is solid melts into air cita o livro escrito entre 1971 e 1981 por  Marshall Berman onde o autor examina a relação complexa entre modernismo e modernização social e económica  título por sua vez retirado do Manifesto Comunista de Karl Marx e Friedrich Engels.

“Todo corpo permanece em seu estado de repouso ou de movimento retilíneo e uniforme, a menos que seja obrigado a mudar seu estado por forças a ele impressas.”
Isaac Newton (1687)

O título da exposição O Princípio da Inércia evoca a primeira Lei de Newton como metáfora para uma reflexão sobre movimentos sociais democratizantes que marcaram o século XX e o início do século XXI. Estes movimentos são frequentemente denominados como Revoluções Coloridas, devido ao facto de adotarem o nome de uma cor ou flor especifica.

Tendo esta metáfora como ponto de partida comum para o desenvolvimento de trabalho, a exposição no Museu da Cidade explora a pertinência e significância histórica e poética destas revoluções coloridas, procurando simultaneamente especular sobre o conceito de revolução, num sentido mais lato.

Pessoa Colectiva é um prpojecto de Mafalda Santos e Susana Gaudêncio, que a partir da prtilha de espaço de trabalho comum, procura promover e catalizar projectos em colaboração com outros artistas. Dessa triangulação surge a exposição O Princípio da Inércia, que para além de apresentar o trabalho das artistas inclui as contribuições dos convidados: Isabel Carvalho, Javier Nuñez Gasco, Margarida Dias Coelho, Miguel Soares, Raphael Taylor e ainda uma colectânia de livros selecionada por Mário Moura e a publicação On Translation: Culorae (1998), cedida por Antoni Muntadas.

O projeto incluiu também uma publicação com conteúdos complementares aos apresentados na exposição.

O encerramento da exposição no dia 4 de Novembro 2012 contou com o concerto de REC BRUTUS e o lançamento do pasquim satírico pro‐lirico BURACO # 5.

PARTILHE NAS REDES SOCIAIS:

MAIS TRABALHOS:

  • Círculo de Arte e Recreio (2012) | Mafalda Santos artista
    Círculo de Arte e Recreio
    2012
  • Ambiente de Trabalho (2005) | Mafalda Santos artista
    AMBIENTE DE TRABALHO
    2005
  • Black Board (2005) | Mafalda Santos artist
    BLACK BOARD
    2005

Voltar a TRABALHOS

Scroll to Top